IMPORTANTE: Estamos de loja nova! Para acessar sua conta é preciso redefinir sua senha. Saiba como aqui

Você está em: Página Inicial/Folhetos/Folheto - Quando faltam palavras (pacote com 100)
"Ele tinha palavras de vida para gente desesperada com a vida. Ele tinha palavras de paz para quem estava confuso e desorientado. Ele tinha palavras de amor para gente cheia de profundo ódio. Ele tinha palavras de perdão para quem tinha destruído a si mesm
Chamada
Product ID: 2125
Product SKU: 2125
New In stock />
Folheto - Quando faltam palavras (pacote com 100)

Folheto - Quando faltam palavras (pacote com 100)

Chamada | REF. 4244

Marca: Chamada Referência: 4244 Data de lançamento: 17/03/2022

"Ele tinha palavras de vida para gente desesperada com a vida. Ele tinha palavras de paz para quem estava confuso e desorientado. Ele tinha palavras de amor para gente cheia de profundo ódio. Ele tinha palavras de perdão para quem tinha destruído a si mesm

Descontos: compre em quantidades!
QuantidadePreço unitárioDesconto
10R$3,4210%
20R$3,0420%
50R$2,6630%
100R$2,3937%
500R$1,9050%
Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete
Não sei meu CEP

Quando faltam palavras...

Existem situações e circunstâncias na vida que nos deixam sem palavras. Simplesmente não encontramos o que dizer sobre aquilo que sentimos. Nada parece adequado. Nada consegue expressar de fato a nossa dor. Há uma confusão de sentimentos, desorientação e desesperança. Assim, só resta ficar calado, embora a alma esteja gritando. Sim, ela quer desabafar e entregar-se a alguém com quem tenha intimidade.

Se o próprio enfermo e sofredor não consegue verbalizar seus sentimentos... se mesmo pessoas próximas têm grande dificuldade em encontrar palavras consoladoras que tragam ajuda... como então um folheto como este que você tem em mãos agora seria capaz disso? O que faz a diferença?

Alguém que tenha o que nos dizer

Não faria diferença se não fosse possível falar daquele que no seu tempo foi percebido como alguém que se voltava aos sofredores, cheio de empatia. Eles se sentiam aceitos e compreendidos intimamente; percebiam que ele próprio também estava intimamente comovido quando via gente desamparada e desorientada. Ele se via como médico que enxergava a pessoa inteira – seu corpo e sua alma.

Aquele que as pessoas viam desta forma era Jesus. E havia muitos que o procuravam por causa disso e queriam ouvi-lo. Aquilo que ele dizia alcançava-os lá onde estavam, onde se encontrava sua alma.

  • Ele tinha palavras de vida para gente desesperada com a vida.
  • Ele tinha palavras de paz para quem estava confuso e desorientado.
  • Ele tinha palavras de amor para gente cheia de profundo ódio.
  • Ele tinha palavras de perdão para quem tinha destruído a si mesmo.

Ele tinha as palavras que as pessoas precisavam. Palavras de que também precisamos hoje. Palavras do coração dele para o nosso. Palavras que conduzem à vida eterna. Essas palavras eram tão decisivas que um dos seus seguidores comentou: “Senhor, para quem iremos? O senhor tem as palavras da vida eterna, e nós temos crido e conhecido que o senhor é o Santo de Deus” (Bíblia: João 6.68-69).

Este seguidor havia reconhecido que não existe alternativa quando se trata das questões essenciais da vida – e é exatamente isso que está em jogo quando sofrimentos e tribulações, doenças e crises se impõem de tal modo que todo o restante parece sem valor e importância. “Senhor, para quem iremos?”

São inúmeros os que também não encontraram outra alternativa a não ser expressar em oração aquilo que não podiam dizer a mais ninguém, e nem queriam dizer, porque tinham vergonha. Para muitos tem sido útil então poder lançar mão de palavras que outros já formularam antes deles. A Bíblia está cheia de tais palavras, como por exemplo esta: “Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em ti a minha alma se refugia; à sombra das tuas asas me abrigo...” (Bíblia: Salmo 57.1).

Será que aqui está verbalizado o que você sente? Você gostaria de orar assim? Então você está caminhando em direção à confiança em Jesus.

Um médico chamado Lucas escreveu uma bem documentada biografia de Jesus, que acabou sendo incluída na Bíblia como o “evangelho de Lucas”. Percebe-se que ele tinha uma sensibilidade particular pelos sofrimentos humanos. Aproveite para lê-la – ela é encontrada facilmente na internet.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Dimensões: 7,5 x 14 cm
  • Páginas: 4
  • Editora: Chamada
  • Idioma: Português